O acesso à internet via celular aumentou mais de 26% no Brasil em um ano, de acordo com relatório da Organização das Nações Unidas (ONU), divulgado no final de 2015. A inclusão digital, avalia o documento, acontece cada vez mais pelo aparelho portátil, mais barato que um computador ou um tablet.

Como consequência, o mercado de aplicativos cresce significativamente. No ano passado, o mercado nacional de aplicativos movimentou US$ 25 bilhões, com expectativa de crescimento para US$ 70 bilhões em 2017.

Em 2013, o Brasil já era o 5º maior mercado de Tecnologia da Informação e Comunicação (TICs) e gerou uma receita de R$ 240 bilhões, ou cerca de 5% do Produto Interno Bruto Nacional (PIB).

 

 

Ao todo, foram 935 inscrições entre agosto e setembro. As categorias com maior procura foram Educação (225), Saúde (170), Mobilidade Urbana (66) e Participação Social (55).